AUMENTO DA TEMPERATURA NO POLO SUL É 3 VEZES MAIOR QUE A TAXA GLOBAL NOS ÚLTIMOS 30 ANOS

Rádio Federal Online

Com a observação de dados de 20 estações meteorológicas na Antártida, a taxa de aquecimento do Polo Sul foi sete vezes maior que a média do continente gelado

 

Brasília, 29 de junho de 2020

Um estudo publicado, nesta segunda-feira (29), na revista Nature Climate Change, que trata sobre mudanças climáticas, conclui que a temperatura no Polo Sul está aumentando rapidamente nas últimas décadas.

Esse aumento tem mexido com a comunidade científica e levou Kyle Clem e outor pesquisadores do clima a questionarem se as mudanças climáticas causadas pelo ser humano, contribuíram para essas mudanças preocupantes na Antártida.

Dados de temperatura revelam que o aquecimento da região foi três vezes a taxa do aquecimento global nas últimas três décadas, até o ano de 2018 – ano mais quente do Polo Sul já registrado. Com a observação de dados de 20 estações meteorológicas na Antártida, a taxa de aquecimento do Polo Sul foi sete vezes maior que a média do continente gelado.

O aumento natural das temperaturas no Pacífico Tropical Ocidental está ligado a esse aquecimento no Polo Sul. Ciclones que se formam nas águas do Mar de Weddell impulsionam essas altas temperaturas para o sul.

Segundo os pesquisadores, esse padrão é um processo natural de várias décadas e explicam apenas algumas tendências de aquecimento, e que as outras implicações para essa alteração climática estão sendo causadas pelas pessoas.

Da redação Rádio Federal – Douglas Ramalho
*Com informações da CNN Brasil


Reader\'s opiniões

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *



Faixa actual

Título

Artista

Rádio Federal QD 206 Lote 01 Ed. Bercy Village – 8º Andar Sala 807 - Águas Claras – Brasília – DF Telefone: (61) 3522-6759 / (61) 98644-1025