PORNOGRAFIA: O PRAZER MOMENTÂNEO E O MALEFÍCIO DO CONSUMO EXCESSIVO

Rádio Federal Online

No dia 11 de março de 2020 já no início do isolamento social no Brasil e mais pontual em Brasília, a pauta do Programa Federal Sem Vergonha foi sobre a Pornografia, recebi dois convidados para debater o tema, naquela semana um Canal Pornô disponibilizou acesso Premium gratuito em todo o mundo.

Como estamos em maratonas de live no dia 20 de abril de 2020 bati um papo com Ênio do perfil Projeto de Homem no instagram sobre o consumo excessivo da Pornografia, comentou de sua vivência daí o motivo de criar o perfil, sua decisão de não mais assistir pornografia e de forma acolhedora ouve homens que o procura pedindo ajuda, visto que esse comportamento afeta os relacionamentos e a atividade sexual que fica condicionada ao vídeos para ter a excitação.

Nos dois momentos foram os homens que toparam falar que consumem pornografia, que suas parceiras não ficam confortáveis em assistir juntos. Bem, pelo relato, o desconforto feminino talvez seja para armadilha da comparação dos corpos das atrizes, a depilação em dia, os órgãos genitais sob medida e na cor ideal, cabelo arrumado, maquiagem impecável e gemidos no mesmo embalo frenético do ato sexual.

Nas duas conversas e de forma descontraída ficou claro que sabemos o momento em que tudo que muda o comportamento humano o botão vermelho começa a piscar.

Em tempos de isolamento social estamos vivenciando a necessidade de ser ouvido sem julgamento.
A Sexualidade está presente em todos os momentos e não ficará para depois que tudo passar, por isso há tantas notícias sobre masturbação, sexo imune, fertilização, pornografia, castigo para os homossexuais entre outros.
Saia do achismo e da armadilha da comparação, procure ajuda.

*Kátia Arruda – Especialista em Sexualidade


Reader\'s opiniões

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *



Faixa actual

Título

Artista

Rádio Federal QD 206 Lote 01 Ed. Bercy Village – 8º Andar Sala 807 - Águas Claras – Brasília – DF Telefone: (61) 3522-6759 / (61) 98644-1025